Discurso da Secretária de Educação, Vandilma de Oliveira, no Fórum das Escolas Leitoras, em Parnamirim

02:32:00Rio de Leitura



"De hoje a trinta dias comemora-se 236 anos de Independência dos Estados Unidos da América, período esse que este país constituiu-se em uma das grandes potências da História. Dentre as várias contribuições que este país deu ao mundo – principalmente no campo das artes –pode-se destacar os 07 prêmios Nobel de Literatura desde a instauração da premiação, em 1911, o que nos dá a dimensão do que representa a arte literária e, conseguinte, exercício da leitura para o desenvolvimento de uma nação.

O Brasil atualmente encontra-se entre as seis maiores economias do mundo, entretanto, os cinco séculos que separam o agora (2012) do descobrimento (1500).A despeito de muito esforço empreendido, ainda não foi suficiente para nos possibilitar atingir a condição de um país de leitores.

Parnamirim, então, fugindo a esse contexto, desde 2010, tem implantado uma política de incentivo à leitura – sobretudo a leitura de literatura – que nos permite afirmar que estamos no curso certo no que diz respeito a construção de políticas públicas em relação ao desenvolvimento das condições básicas no que tange à formação de leitores em nosso município.

Reportando-se ao Projeto Rede Potiguar de Escolas Leitoras e a adesão a este por parte da parceria firmada entre a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, o IDE e o Instituto C&A, tudo começou em fevereiro de 2010 sendo oficializado em março do citado ano, contando-se com a adesão primeiramente de trinta e seis escolas da rede pública municipal distribuídas em três polos.

              Nesse primeiro ano de trabalho em que aconteceu a implantação, comparando-se com a atividade produtiva agrícola, o primeiro ano de trabalho representa o que pode-se chamar de “preparação do solo” e subsequente plantio, sendo que alguns frutos já puderam ser colhidos ainda nesse período: inauguração de bibliotecas escolares, atos literários, participação de 100 educadores no 4º Seminário Prazer em Ler, entre outros.Considerando-se que, nesse primeiro ano, o trabalho próprio de uma equipe, em termos de secretaria, foi realizado por um único profissional que, a duras penas, como um persistente agricultor, firmou-se na esperança de que 2011 fosse um ano bom de ‘inverno literário’.
Quando, em 2011, assumi a pasta da Educação, tendo, como já disse no 1º fórum realizado aqui em Parnamirim, na minha história pessoal, o toque de pais amantes dos livros, ampliei triplicando a equipe responsável pelo projeto, de forma que a‘plantação’ foi ampliada:
Um melhor acompanhamento às escolas;
        Incremento nas formações mensais;
Ampliação do número de escolas beneficiadas;
Investimento em acervo através do PDE;
Amplificação da abrangência de atos literários;
Aumento de 50% do número de participantes do 5º Seminário Prazer em ler;
Contribuição substancial em termos de adesão ao Manifesto por um RN de Leitores
;
E, para coroar um ano de fartura, aprovou-se, em 27 de dezembro de 2011, a lei municipal de nº 1563, que garante a continuidade de todas essas ações: a Lei de Promoção a Leitura Literária no município de Parnamirim.
Para o ano letivo de 2012 foi apresentado, por ocasião da realização da Semana Pedagógica, o projeto Tendas Literárias – uma importante aquisição no que se refere a acervo intinerante e estrutural: 10 tendas que foram adquiridas, proporcionando além da estrutura básica, um suporte de mais de 18 mil livros, de gêneros variados. Mesmo estando ainda no fechamento do primeiro semestre, o projeto já contabiliza, em Parnamirim, encontros com a escritora portuguesa Margarida Botelho, e um evento notável como o Ave Mater: um sarau deles para elas em homenagem às mulheres, quando, pela primeira vez no município, a poesia através de funcionários, professores e alunos homenageou, com beleza e emoção, a figura feminina. Estes elementos são alguns exemplos integrantes, dentre as mais variadas culturas produzidas na vazante de um ‘rio pequeno’ que, em sendo, na realidade, bem maior do que seu nome sugere tem cada vez mais crescido através do consumo da arte literária via leitura e, com isso, tem se justificado a denominação do Projeto municipal; “Parnamirim, um rio que flui para o mar da leitura”.

Você também pode gostar de

0 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato