Neilza Gomes leva livreiro para um bate-papo na Semana Nacional da Leitura

03:53:00Rio de Leitura

          A pergunta é: o brasileiro não gosta de ler ou não compra livros devido ao seu alto preço?  Talvez as duas opções sirvam como resposta.  Estamos inseridos em um país que não nos alimentou como leitores e há, ainda, um alto custo a ser encarado quando adquirimos uma obra. (Mesmo com divergências sobre a qualidade dos livros e dos critérios utilizados para a escolha, considere a lista dos dez mais vendidos, a média é de R$ 40, o exemplar). 

          Há um drible antigo feito pelos leitores experientes: os sebos! Neste mercado que se alimenta excessivamente de novidades, esta excelente opção foi, exaltada por Carlos Drummond de Andrade, em sua crônica "O Sebo":

"O sebo é a verdadeira democracia, para não dizer: uma igreja de todos os santos, inclusive os demônios, confraternizados e humildes. Saio dele com um pacote de novidades velhas, e a sensação de que visitei, não um cemitério de papel, mas o território livre do espírito, contra o qual não prevalecerá nenhuma forma de opressão."

          No último dia 10 de outubro, abrindo a Semana Nacional da Leitura, a Escola Municipal Neilza Gomes levou o sebista Magno Arlindo para um bate-papo com as crianças na sua sala de leitura: uma iniciativa da mediadora de leitura Gracileide Oliveira. O livreiro compartilhou um pouco de sua experiência enquanto leitor e amante dos livros e, ainda, deu dicas de livros e de como escolher bons títulos.  Em um momento também especial da celebração, as crianças receberam um livro de presente. 


O amante dos livros apresenta suas obras preferidas
A mediadora de leitura Gracileide Oliveira apresenta Magno
   


          Que nenhum motivo extinga você como leitor.  E fica a dica: visite os sebos da cidade, o seu livro pode estar por lá, esquecido em alguma estante, aguardando, por anos, por você.

Você também pode gostar de

0 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato