Polo1 promove Recital Poético "Minha Infância Querida"

09:23:00Rio de Leitura

Vem, menino leitor, vem que a orientação daqui carece de desarranjo...

Vem, de Cajupiranga, Nova Parnamirim, Pium ou Cidade Verde e transforma os nossos prazos, acelera nosso ritmo, estaciona o nosso tempo.


Vem, é hora de ler, acordar nosso mundo no qual todos somos visitantes afoitos.


Vem, e ocupa seu lugar na vida, que é a vida inteira.  Seus mediadores de leitura Sérgios, Simones e Lúcias, Suelys e Veras, Janes e Sônias, Mônicas e Izas, Laíses saúdam o seu dia!


Vem, menino leitor, neste Dia e e nos outros mais, condensa nossas esperanças em suspiros mansos de satisfação e agrados! 


Vem, bendita criança, invade esse Parque das Dunas com suas expectativas, e vem ser poeta, astronauta, doutor, professor, pianista, doceiro, palhaço ou juiz.  Vem gargalhar disso tudo, fazendo desse país um lugar de leitores.


Vem e recebe nossas leituras, vem, e faz amanhecer a nossa gratidão; vem, e faz borrifar o bálsamo da infância; vem, e nos ensina; vem, e deixa acordar tuas bruxas e fadas, teus piratas e monstros, teus sacis e fantasmas.  Vem, os livros confiam em ti! 


* O Recital Poético "Minha Infância Querida" foi inspirado no poema "Meus Oito Anos", de Casimiro de Abreu.  Apesar de os registros fotográficos serem frágeis, por não captar a emoção do momento, seguem para apreciação.







Adicionar legenda



Você também pode gostar de

1 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato