Jornada Literária; Rio de Leitura

Jornada Literária acontece na Escola Municipal Carlos Alberto

13:11:00Rio de Leitura

          Segundo o dicionário, uma Jornada é um “caminho que se anda em um dia”.  Uma “Jornada Literária” seria, então, uma expedição entre livros, autores e leitores.  Foi exatamente isso que promoveu a Escola Municipal Carlos Alberto, com uma iniciativa da mediadora Aurinay Diniz, durante o dia 29 de dezembro de 2015: uma verdadeira viagem por terra e, como reza o projeto, por mar!

          No início da manhã chuvosa, demos as mãos ao escritor Weid Sousa e suas obras. Orvalhava poesia e a brisa da manhã chegou com um sarau realizado pelos adolescentes leitores a partir de seu livro “O Circo de Poesias”.  Aproximando-se o fim da manhã, vivenciamos o calor do projeto “Gaiolas Literárias”, capitaneado pela mediadora Ana Leopoldina e o professor Natanael Avelino.  O projeto inspirador, vencedor entre mais de quatrocentos projetos no Desafio 'Criativos da Escola' propõe que o lugar que antes serviria à captura de animais silvestres, hoje abrigue mini bibliotecas em Pium/Parnamirim. Um tilintar de asas lacrou a manhã.





          Como há muitas viagens dentro de um livro só, em um caminho único, encontraram-se a jovem poetisa Regina Azevedo e as alunas escritoras Enny Emily, da Escola Maria Francinete, Letícia Nunes, da Escola Nestor Lima e Sylvania Melo, da Escola Nestor Lima. A viagem também eram os caminhantes.  As meninas compartilharam seus poemas e segredaram sobre seu processo criativo. Toda a comunidade escolar de Passagem de Areia acompanhava, atentamente, a jornada. 

          O cerrar das cortinas da tarde foi com a presença da jornalista e escritora Glacia Marillac. À bordo, sua emoção.  Não tardou em chegar seus poemas nas vozes dos alunos e professores, todos leitores seus!  "O Amor é..." foi lido diante da autora que, falou da satisfação em 'nascer', também, em uma escola pública: '108 poemas para simplificar a vida'.  Breno, aluno do Carlos Alberto, recebe o último exemplar desta edição, já esgotada da jornalista.  Uma dinâmica sobre tal sentimento fez parte da sua travessia.  Literatura em gotas cairam sobre todos.





          Viagens sempre inspiraram poetas por todo o mundo e os textos por eles escritos têm inspirado outros viajantes e poetas.  Quando a noite cai com seu manto, nos recolhemos em abrigos dentro de outros livros.  

          A dois dias do fim do movimento de 2015, ainda há muitas expedições a realizar. Que venha 2016 com boas leituras como essa!  Prossigamos em nossa jornada!

Você também pode gostar de

0 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato