Saberes, identidade e ofício

12:23:00Rio de Leitura

         Ante às exigências que são colocadas diante da promoção da leitura, o Projeto Rio de Leitura, desde o ano de 2010, entende a formação de sua equipe como condição sine qua non para seu êxito.

Com experiências baseadas no fazer e na reflexão, durante o ano de 2016, promovemos os seguintes encontros:
Durante a formação ocorrida no mês de março de 2015, uma centena de mediadores de leitura abraçou a causa da campanha “Escola Pública de Qualidade: aqui a gente aprende”, orquestrada pelo Instituto de Desenvolvimento da Educação (IDE) e Instituto C&A (IC&A).  Os professores se comprometeram a tornarem-se multiplicadores na tarefa de observar e cobrar eficiência nas escolas públicas do Rio Grande do Norte;



No dia 20 de abril de 2016, durante o ll Encontro de Formação do ano, ocorreu uma oficina, em parceria com a Editora Paulinas, que trouxe o Poeta “Cônsul da Poesia em Parnamirim”, José de Castro. O escritor passeou por informações teóricas sobre algumas modalidades literárias como o haicai, o poetrix e a aldravia;



Dia 27 de abril de 2016, uma formação para os novos mediadores de leitura.  Por que o literário e não outro tipo de literatura? Contar histórias ou ler? Fazer reforço escolar é ofício do mediador?  Essas e outras dúvidas foram motivo de discussão para as responsabilidades antes nunca tidas.  Na oportunidade, os mediadores receberam todo o arcabouço legal do projeto, a saber, cópias das leis municipal, estadual e federal e os projetos, regados a literatura de Carlos Collodi e Candace Fleming, e a teoria de Ezequiel Theodoro da Silva, Affonso Romano de Sant'anna e tantos outros escritores;



Foi em clima de encantamento e beleza que o palestrante da formação do dia 1º de junho de 2016 - o escritor Lima Neto - conduziu a sua fala. Para um grupo de quase uma centena de mediadores de leitura, Lima Neto versou sobre Tolstói e Dostoiévski - os autores russos são os seus preferidos - mas também sobre Tolkien e Mia Couto, passeando pelos nacionais Machado de Assis e Érico Veríssimo;




Sexta-feira, dia 12 de agosto de 2016, e um grupo de mais de duas dezenas de mediadores de leitura saem em direção ao Festival Literário de Pipa, em Tibau do Sul. Aceitamos o convite de viajar no impulso de intercambiar com escritores e livros que lá estavam.



André Neves, um dos mais renomados ilustradores de literatura infantil e juvenil da atualidade, esteve presente em Parnamirim, no dia 25 de agosto de 2016, pela segunda vez, em uma parceria com a Editora Paulinas/Natal, para um auditório de quase duas centenas de professores da rede municipal.  Alarga nossos limites viajar tocando suas ilustrações, entender melhor seu processo criativo, colecionar livros autografados, registrar o momento com fotos, passear pelo seu acervo, conhecer sua história, valorizar nossas origens.



Mais de 200 mediadores de leitura de Parnamirim participaram do "10º Seminário Potiguar Prazer em Ler: Conta mais dez?", ocorrido nos dias 12 e 13 de setembro, no CEMURE com convidados qualificados que enriquecem as trocas e dão pluralidade às discussões, como a ilustradora Graça Lima, a escritora Márcia Leite, a gestora em literatura Cecília Bajour (Argentina), o ilustrador e escritor Roger Mello, a criadora do o Programa Nacional de Leitura (Proler) Eliana Yunes e o especialista em literatura Volnei Canônica;



No dia 21 de setembro de 2016, a articuladora do polo do Fundamental ll, Juscely Confessor reuniu a equipe, para pensar estratégias que possam encurtar a distância entre adolescentes e livros na Secretaria Municipal de Educação;



A formação capitaneada pela bibliotecária Joseane Paz orientou as 51 bibliotecas escolares quanto ao seu Regimento Interno: um conjunto de regras estabelecidas para bem regulamentar o seu funcionamento. normas, políticas e procedimentos que vão tratar de questões salutares como a política de empréstimos, objetivos da biblioteca, seus usuários, perdas e danos, enfim, um documento de vital importância, pois será aliada nas diretrizes do nosso cotidiano no dia 9 de novembro de 2016;



Dia 14 de dezembro de 2016 se somará a outras narrativas inesquecíveis: a Escola Brigadeiro Eduardo Gomes lança seu livro “Pequeno Rio de Grandes Histórias” no Teatro de Parnamirim.  Um entardecer de abraços apertados, encontros com escritores como Diógenes da Cunha Lima, secretários de educação, professores tantos, e do estimado 'Santos Dumont'.




P.S.: A formação mensal oportuniza o debate permanente entre aqueles que têm a missão de serem multiplicadores dessas ideias e ações junto às instituições que representam. Nesse sentido os avanços dos mediadores, são evidentes; realidade esta observada através do desempenho dos mesmos nas formações, socialização das experiências, nas leituras compartilhadas, nas oficinas e na participação e intervenções nas palestras ministradas, bem como nas ações desenvolvidas nas respectivas escolas, o que tem permitido a construção de uma nova mentalidade no que diz respeito à formação política dos educadores envolvidos.  Para ver as oportunidade do primeiro semestre de 2015, clique aqui em www.riodeleitura.com.br

Você também pode gostar de

0 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato