Em que pode contribuir uma mini biblioteca?

10:13:00Rio de Leitura

          O protagonista é Mário Batista da Cruz Júnior, de 34 anos; o cenário é móvel: das ruas à Universidade Federal do Rio Grande do Norte; e a sinopse é quase usual se não fosse o feliz desfecho.

          Mário é morador de rua, mas sonhava em horizontes além dos seus. Para o Enem, se preparou lendo o máximo que podia utilizando o acervo da mini biblioteca instalada no ‘caminhódromo’ do bairro Cohabinal, em Parnamirim. A ideia da biblioteca é disponibilizar livros gratuitamente, sem cadastros, sem cobranças, sem funcionários, sem cadeados. “Sempre gostei de ler e tudo que me dão, devoro!”, diz o nosso personagem. 

          O fim (ou início?) da história é que Mário conseguiu ser aprovado em segundo lugar para o curso de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Nossas felicitações!

Créditos da foto: Tribuna do Norte
          O ato de ler não deve estar confinado apenas a uma biblioteca, mas deve-se estender a todas as situações de vida concreta do sujeito-leitor, até porque é a leitura um exercício aberto e contínuo. Um livro pode mudar toda uma vida, e a leitura, a sociedade: é o que crê o Projeto 'Rio de Leitura'!   



Você também pode gostar de

0 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato