Um menino, um escritor e uma obra que se eterniza

13:10:00Rio de Leitura

         Questionamentos mais profundos sobre a vida e seu significado são exercícios que as crianças fazem, naturalmente, desde o fim da primeira infância.  Porém, para transformar essas dúvidas em momentos de reflexão, é mister que se tenha um adulto disponível para a escuta e para a valorização desses pequenos.

         Pois bem, em novembro de 2016, o pequeno Miguel Lucas Pereira, de apenas 6 anos, questionou a mediadora de leitura Ângela Silva com relação ao escritor Francisco Martins em sua Escola, o Luzanira Maria, em uma inquieta provocação:  “- Por que ele não escreve histórias para crianças?”


          O poeta cordelista, que também atua como palhaço, sentiu-se desafiado e, então, nasceu seu nono livro publicado, sendo o primeiro no gênero infantojuvenil, lançado no evento "Viva o Livro", no último dia 20 de abril, no Parque Aluísio Alves. Estavam presentes, o 'protagonista' dessa história e sua família, suas professoras Gorete e Ângela Silva, o escritor e ilustrador da obra "Dr. Buti" e muitos, muitos leitores!

          Sobre o curioso e atento Miguel, Francisco Martins exclamou sobre o que ocorreu naquela oportunidade:


“O querido Miguel me fez a entrega de um presente, um mimo especial, uma camisa onde a trama do algodão se une a outros fios,
 formando uma tela especial na qual há um texto que  se destaca: 
‘Obrigado, Francisco Martins, por me transportar para dentro dos seus sonhos!’

Ah! Miguel, você tem nome de anjo, e rogo a Deus para que sua vida seja infinitamente abençoada. Você ainda é muito pequeno para ter a noção exata do quanto representou para mim o seu desafio.  Jamais irei esquecê-lo, as lágrimas que hoje escaparam do coração e encontraram a rota de fuga pelos meus olhos, são palavras líquidas de felicidade. É por isso, amigo Miguel, que dedico o livro a você, e acredite que eu sempre estarei orando por você e torcendo pelo seu sucesso.”




          A princípio, todas as crianças são intuitivas, sonhadoras e argumentadoras; é preciso que tenhamos adultos dispostos a estimular tal fase própria da criança, e transformar seus sonhos em realidade.  Parabéns a todos os envolvidos nessa bela história literária!

Você também pode gostar de

1 comentários

Postagens mais visitadas

Imagens Flickr

Formulário de contato